Daniel Alves Pena
Headlines News :

Versículos

Facebook

Latest Post

Igrejas do véu de mantilha (περιβόλαιον) se propõem a formar associação - Rocinha

Written By Daniel Pena on quarta-feira, 2 de setembro de 2015 | 10:43


Domingo 30 de agosto (2015) estive na Rocinha,RJ com os pastores Adriano Moreira (Presidente da APOIORT), Elielberth Falcão, Cristiano e pastor Carlos.

Tivemos uma recepção calorosa e um café da manhã digno de reis, a Igreja na Rocinha está de parabéns.

  A intenção da reunião era de suma importância, iniciar o processo de formação da associação para as Igrejas conhecidas como véu de mantilha (περιβόλαιον).

   Na pauta haviam assuntos pertinentes ao processo restaurador de 325 DC até 1062, tratado pelo pastor Adriano Moreira e de 1962 aos dias atuais o tema foi explanado pelo pastor Elielberth Falcão.

Haviam outros pastores presentes, pastor Jorge Antunes, além do presidente da Igreja na Rocinha o Pastor Robson, diga se de passagem um homem educado, ordeiro e que me impressionou com sua forma de liderar seu rebanho.

As ovelhas presentes eram de uma reverencia e atenção a tudo que era falado pelos pastores.

   Fica aqui expressa minha alegria em ter a honra de conhecer a amada Igreja e desejar sinceros votos para o sucesso da possível associação a ser formada.

Aos que tecerão criticas sobre o encontro fica meu alerta: A intolerância religiosa é crime previsto em lei, mas as piores das intolerâncias e a feita pelos ditos crentes contra outros crentes.
Respeitar a cultura e princípios nórdicos e praticas religiosas dos diferentes é o principio para um evangelho genuíno e verdadeiro.

Ainda sobre intolerância, segue palavras de Shaul (Paulo).

"15 Êmeth (Verdade) é que também alguns pregam o Maschiyah por inveja e porfia, mas outros de boa vontade;
16 Uns, na êmeth, anunciam o Maschiyah por contenção, não puramente, julgando acrescentar aflição às minhas prisões.
17 Mas outros, por ahavah (amor), sabendo que fui posto para defesa das boas novas.
18 Mas que importa? Contanto que o Maschiyah seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em êmeth, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda.
19 Porque sei que disto me resultará salvação, pela vossa oração e pelo socorro do Ruarh (Espírito) de Yeschua Ha’Maschiyah,
20 Segundo a minha intensa expectação e esperança, de que em nada serei confundido; antes, com toda a confiança, o Maschiyah será, tanto agora como sempre, engrandecido no meu corpo, seja pela vida, seja pela morte.
21 Porque para mim o viver é o Maschiyah, e o morrer é ganho."
Filipenses - פיליפםיא [Fylypsiyah] – 01.15-21 - Fonte ORBI

Em breve farei uma explanação histórica teológica sobre κατακαλύπτω o original Grego em (I Coríntios 11.5) e    περιβόλαιον o original Grego em I Coríntios 11.15).

Daniel Alves Pena
     
     
 
   

Hamlet - Conselhos sintetizados de Polônio a Laerte

Written By Daniel Pena on segunda-feira, 24 de agosto de 2015 | 13:05

Representação de Polónio num vitral

Deixo aqui a dica para os que querem viver bem nos dias atuais.
Conselhos de Polônio a seu filho Laerte, práticos para a felicidade.

Apolônio (em inglês: Polonius) é uma personagem da tragédia Hamlet, de William Shakespeare. 
Este personagem é conhecido sobretudo por articular as palavras imortais: "To thine own self be true." (ser fiel a ti próprio), bem como outras frases ainda em uso hoje em dia.

Pai de Ofélia e Laertes, e adjunto do Rei Claudio, ele pode ser descrito como um tagarela, uma pessoa enfatuada por uns, ou como um excursionista da sabedoria para outros.


- Não expressar tudo que se pensa.
- Ouvir a todos,mas falar com poucos.
- Ser amistoso, mas nunca ser vulgar.
- Valorizar amigos testados, mas não oferecer amizade a cada um que aparecer na sua frente.
- Evitar qualquer briga, mas se for obrigado a entrar numa, que o seus inimigos o temam.
- Usar roupas de acordo com sua renda, sem nunca ser extravagante.
- Não emprestar dinheiro a amigos, para não perder amigos e dinheiro.
- Se fiel a ti mesmo e jamais serás falso com ninguém.

Sincretismo no cristianismo

Written By Daniel Pena on sábado, 22 de agosto de 2015 | 12:10


Não ir além do que está escrito

A culpa não é só dos lideres, pois o povo quer exatamente o que eles querem.

"Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si mestres conforme as suas próprias concupiscências;"
II Timóteo - [Timoteous Bet] טימתאום ב (honrando a Deus) – 04.3 Fonte: ORBI


"E eu, irmãos, apliquei estas coisas, por semelhança, a mim e a Apolo, por ahavah de vós; para que em nós aprendais a não ir além do que está escrito, não vos ensoberbecendo a favor de um contra outro." I Coríntios - קורנתי א [Qorintyah Alef] – 04.6 Fonte: ORBI

Cristianismo (do grego Xριστός, "Christós", messias) é uma religião abraâmica monoteísta centrada na vida e nos ensinamentos de Yeshua (Jesus) de Nazaré, tais como são apresentados na Nova Aliança. A fé cristã acredita essencialmente em Yeshua (Jesus) como o Cristo, Filho de Elohim (Deus), Salvador e Senhor. 

A religião cristã tem três vertentes principais: 
- Catolicismo Romano (subordinado ao bispo romano), 
- Ortodoxia Oriental (se dividiu deRoma em 1054 após o Grande Cisma) 
- Protestantismo (que surgiu durante a Reforma do século XVI). 

O protestantismo é dividido em grupos menores chamados de denominações. Os cristãos acreditam que Yeshua (Jesus) Cristo é o Filho de Elohim (Deus) que se tornou homem e o Salvador da humanidade, morrendo pelos pecados do mundo. Geralmente, os cristãos se referem a Yeshua (Jesus) como o Cristo ou o Messias.

Com a falta de conhecimento e a aproximação de alguns religiosos cristãos com outras formas de pensar surgiu o sincretismo religioso dentro do cristianismo. 
Hoje temos práticas de umbanda, candomblé e até do espiritismo dentro do cristianismo. 

Fica cada vez mais forte e evidente esse sincretismo com a manifestação de práticas litúrgicas que nada tem há ver com a bíblia e práticas apostólicas, o que antes era um culto racional tornou-se um centro de emocionalismo exacerbado

O movimento pentecostal, por exemplo é um dos grandes responsáveis por praticas sem nenhum controle e tudo o que se pensa ou se faz passa a ser adotado por outros movimentos sem nenhum controle ou base nas escrituras.

A cada dia surge uma Igreja com praticas oriundas de outras religiões e por desconhecimento ou conveniência financeira tende a proclamar um evangelho totalmente diferente  do que foi proposto pelos pais da Igreja e pelo Cristianismo.


Por Daniel Alves Pena

Lidar com poder é fácil, o difícil é lidar com seu eu

Written By Daniel Pena on domingo, 16 de agosto de 2015 | 22:04


Evangelista Daniel Alves pena
Mensagem feita na congregação no Amapá, Duque de Caxias, RJ
Dia 16 de agosto de 2015



Lançar o coração a miséria

Written By Daniel Pena on quarta-feira, 8 de julho de 2015 | 07:40



“Se nós choramos pelo corpo morto, de onde a alma partiu, quanto mais deveríamos chorar pela alma que se apartou de Deus!”

Não adianta ir ao monte, consagração, fazer jejum ou qualquer outra forma de mostrar que você está em comunhão com o Eterno se você não pratica a misericórdia.

“Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes."  Mateus [Matitiyahu] מתיתיהו -  A Besorah Segundo Mateus – 12.7  Fonte: ORBI

Uma das maiores dificuldades hoje no meio evangelho está no liberar perdão.
Digo perdoar com a alma lavada, sem magoas e sem rancor.
Claro que as magoas deixam marcas que carregamos em nossos corações, porem não podemos dar vasão ao sentimento de vingança ou desejo punitivo a pessoa que nos magoa.

Perdoar não é esquecer e sim, não alimentar os desejos ruins que surgem com as magoas.

A bíblia é clara em dizer que, quem não perdoa seu irmão não pode ser atingido pelo perdão e a misericórdia do Eterno.

“E perdoa-nos as nossas ofensas, assim como nós também temos perdoado aos que nos ofendem;"  Mateus [Matitiyahu] מתיתיהו -  A Besorah Segundo Mateus – 06.12 Fonte: ORBI
Logo se eu não perdoo não posso ser perdoado.
Todos nos temos uma divida de pecados muito grande com o Eterno e sem não conseguirmos perdoar, como seremos atingido pela misericórdia e pela graça de D-us?

Estêvão quando foi apedrejado, orou: “Senhor Jesus, não lhes imputes esse pecado” (At 7:60). A Bíblia diz que devemos abençoar os nossos inimigos e orar por eles. Se o nosso inimigo tiver fome, devemos dar-lhe de comer, se tiver sede, devemos dar-lhe de beber.

O misericordioso perdoa as ofensas. Ele não registra mágoas. Ele não guarda rancor. Ele não armazena ira. Ele perdoa. Ele vence o mal com o bem.

Quem não perdoa: não pode ofertar, não pode adorar, não tem paz. Quem não perdoa adoece, é flagelado e nunca pode receber perdão. “O juízo é sem misericórdia para aquele que não exerce misericórdia” (Tg 2:13).

Misericórdia é lançar o coração na miséria do outro e estar pronto em qualquer tempo para aliviar a sua dor. A palavra hebraica para misericórdia é chesed: “é a capacidade de entrar em outra pessoa até que praticamente podemos ver com os seus olhos, pensar com sua mente e sentir com o seu coração. É mais do que sentir piedade por alguém (Barclay, Mateus p. 112).

“Quando Deus julgar, não terá misericórdia das pessoas que não tiveram misericórdia dos outros. Mas as pessoas que tiveram misericórdia dos outros não serão condenadas no Dia do Juízo Final.” (Tiago 2:13, NTLH).

“Benditos os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;”  Mateus [Matitiyahu] מתיתיהו -  A Besorah Segundo Mateus – 05.7 Fonte: ORBI

“Porque o juízo será sem misericórdia sobre aquele que não fez misericórdia; e a misericórdia triunfa do juízo.”  Tiago - [Yaakov] - יעקב (O que Suplantou) - 02.13 Fonte: ORBI

O que precisamos compreender é que somente alcançamos misericórdia, quando exercermos a misericórdia para com os outros, e somente somos capazes de compreender e exercer a misericórdia quando entendemos que somos miseráveis, completamente miseráveis diante de Deus e não somos dignos de qualquer ato de bondade da Sua parte e arrependidos, nos voltamos para Aquele que tem a vida, nos submetemos a Ele com total dependência.

Não se esqueça que foi Yeshua quem disse: “Sejam misericordiosos, assim como o Pai de vocês é misericordioso". Lucas 6.36

Quer ser realmente um home ou mulher de D-us? Ame ao seu próximo como a ti mesmo, seja paciente e tenha misericórdia, pois assim você alcançara a misericórdia do Eterno.

Por Daniel Alves Pena

Nem sempre fugir é sinal de derrota quando D-us tem propósitos

Written By Daniel Pena on quinta-feira, 25 de junho de 2015 | 10:01



Histórico da Obra

Histórico das Igrejas em Obra de Restauração no Brasil


O material contido neste histórico foi coletado em sites e através de pesquisas que duraram um ano e cinco meses, e está sendo disponibilizado gratuitamente para os que ainda não conhecem nosso histórico.

Primeiro Livro

O colapso das “Igrejas Evangélicas”


A obra apresenta dezesseis artigos relacionados à vida e à identificação de algumas igrejas evangélicas que passam, segundo o próprio autor, que é evangélico, por um colapso da apostasia.

Segundo Livro

Perdoa-nos assim como nós perdoamos
Você perdoa facilmente? Ama intensamente? Briga com facilidade? Tem muitos amigos? Confia em muitas pessoas? Sabe dizer quando está certa ou errada? Prefere morrer por quem ama, ou viver sem a pessoa amada? Considera-se uma pessoa controlada?

Autoridade Espiritual

Autoridade espiritual não é algo imputada a alguém, é alguma coisa que se reconhece em alguém, que tem por causa da sua coerência de existência na palavra. Por causa da sua intrepidez na fé, na sua sinceridade no serviço a Deus e ao próximo. Sem isso não adiante ser PHD ou qualquer outro coisa.

Fale com o autor do blog

Original Bíblico para Pesquisas

A Restauração não começou em 1962

SAIBA COMO FOI

Nosso Ranking do Brasil

e-clipping sobre Daniel Alves Pena

MENSAGENS

Translate

Receba novos artigos por Email

Inscreva-se em meu Canal no You Tube

Postagens Recentes

A DOUTRINA BÍBLICA DO USO DO VÉU

Pentecostal?

Quantidade de visitas até o momento

Visitantes lendo o Blog agora

Pesquisar neste blog

Carregando...

Código Penal - Decreto-lei 2848/40

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940
Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

TOLERANDO A GENTE SE ENTENDE

Clique AQUI e saiba porque

ISSO NÃO SÃO LÍNGUAS ESTRANHAS

CONHEÇA A HISTÓRIA DA OBRA

Clique na imagem para ampliar

Ajuste de Conduta - Magno Malta

Anúncios AdSense

Pois muitos andam entre nós evangélicos

Intolerância Religiosa

LinkWithin

União de Blogueiros Evangélicos

Seguidores do Google+

Desenhos bíblicos - Evangelizando os pequeninos

EU TENHO UM SONHO

Mensagem na Assembleia de Deus em Nova Campina

PROMOÇÃO SUBMARINO

A escolha de Deus

PROMOÇÃO CASAS BAHIA

Ministério pastoral - Base bíblica

PROMOÇÃO RICARDO ELETRO

A igreja continuísta

PROMOÇÃO LIVRARIA SARAIVA

Elohim, qualquer adoração?

Como você conheceu o blog?

PARCEIRO

Estudo na Assembleia de Deus em Suruí

PROMOÇÃO LOJAS AMERICANAS

O uso do véu: uma abordagem simples

PROMOÇÃO PONTO FRIO

Resposta a CACP - Sobre o véu

PROMOÇÃO EXTRA

Daniel Pena contesta Pr. Ivan Saraiva

PROMOÇÃO LIVRARIA DA FOLHA

Ateísmo e religião

 
Copyright © 2013. Daniel Alves Pena - All Rights Reserved
Template Adpted by Daniel Pweb Published by Daniel Pena
Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa, esses, nada me acrescentaram,antes, pelo contrário, (Gálatas 2.6)