A Obra e a Restauração - Daniel Alves Pena

Assista o novo vídeo de Daniel Alves Pena - [Fechar o vídeo]

Headlines News :
Home » » A Obra e a Restauração

A Obra e a Restauração

Postado por Daniel Pena em terça-feira, 14 de abril de 2015 | 16:31



"Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres."  Gilyahna [Revelação] גלינא - Apocalipse 2.5 Fonte: ORBI

Antes de mais nada desejo que este texto seja lido e entendido como minhas convicções,entendo e aceito o posicionamento de todos, meu desejo não é ofender ou criticar a fé de ninguém, cada um fique como foi chamado.
Porem, existe um clamor maior que aflora ao ver as mazelas praticadas por muitos.

Restauracionismo ou Primitivismo Cristão é a postura histórico-teológica presente em algumas denominações religiosas que acreditam que o cristianismo histórico apostatou em algum ponto de sua existência, sendo necessário restaurar o cristianismo primitivo da era apostólica.

“Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Há’Shem Y’H’W’H,
E envie ele a Yeschua Ha’Maschiyah, que já dantes vos foi pregado.
O qual convém que o céu[Há’Shamaiym] contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais Elohím falou pela boca de todos os seus santos navys, desde [Há’Bereschity]o princípio. " Atos dos Emissários - מעשה שליכים [Maaseh Shlichim] – 03.19-21 Fonte: ORBI

Parece contraditório porem o maior problema do  restauracionismo no Brasil começa quando alguém da nome ao processo de restauração e denomina como Obra de restauração.


A Restauração é um processo que a Igreja precisa passar porem muitos não entenderam  este processo Divino e necessário.
Com o surgimento das ideologias dos lideres a Restauração, agora Obra da Restauração, assim denominada passa a trazer para seu cenário o costume como ordenança em uma visão rabinicapastoral com a chamada lei da cerca.


Para uns é obrigatório é bíblico:
Fazer uso do paletó e gravata, não tomar Coca-Cola,não  usar sandálias de dedo, não usar terno preto,lascado atrás nem pensar, não permitir as irmãs andarem de bicicleta, a saia ao meio da canela, mangas até o punho e por ai vai.


A Restauração que alcancei é peço perdão aos que não a veem como vejo, é essencial, porem sem costumes doutrinários acrescidos por alguns.
Faço uso do terno e da gravata, me sinto bem assim, porem entendo que é costume.
Minha apresentação fica bem melhor como servo, são minhas concepções.


Até onde alcancei:
-  O ósculo Santo é bíblico
- o lava-pés é bíblico
- O pão Ázimo é bíblico
- O suco do fruto da vide(uva) é bíblico
- O batismo em rio é bíblico
- Vestir-se decentemente é bíblico
- O uso do véu pelas mulheres é bíblico
As demais coisas são adereços ideológicos dos que assim conceberam.


Quando nos achamos mais santos que muitos, quando nos achamos mais escolhidos, quando nos achamos mais próximos do Eterno que os demais, denota o quão distante estamos do processo restaurador proposto pelo Eterno e mal concebido por alguns.
Por isso temos varias convenções e associações, cada uma se acha mais, mega, ultra santo e os outros apostataram da fé.
Pobre de mim que não consegui alcançar essa visão farisaica como sendo o processo restaurador da Igreja de Yeshua.


Para muitos restauração é ósculo Santo, lava-pés, pão Ázimo,suco do fruto da vide(uva),batismo em rio,Vestir-se decentemente e uso do véu pelas mulheres.
Tudo isso faz parte, mas não define o processo de Restauração, muitos se tornaram religiosos seguidores de dogmas e aprisionados a coisas tão pequenas, mas que se tornaram grandes essenciais para manter-se a convicção do sistema e não da restauração.


Quantos estão fora da Obra da Restauração e nunca foram visitados, nunca foram assistidos.
Quantos estão fora por razões tão pequenas aumentando assim as rejeições e magoas em muitos que são recebidos exatamente por aqueles que achamos que são menos santos, porem que agem segundo o que a palavra ensina, amar ao próximo como a ti mesmo.


Precisamos entender que a Disciplina é para EDUCAR e não para PUNIR.

Para piorar ou confundir mais ainda surgiram os movimentos de restauração com tudo que a na Obra e alguns quesitos a mais.

- Re Tetê
- Revelamento após o culto
- Simbolismo religioso(vara, túnica, capa)
- Pregar descalço
- Véu azul

Infelizmente isso não vai parar por ai, pois a cada dia surgem movimentos e movimentos que acabarão por sucumbir a ideia concebida de Restauração, porem o processo de Restauração, o legitimo, esse nunca se acabará.

Estamos tão preocupados em mostrar o que achamos que somos do que sermos aquilo que o Eterno nos propõe.

ISSO É EVANGELHO, O RESTO É BALELA.
"A pregar liberdade aos cativos, e restauração da vista aos cegos, a pôr em liberdade os oprimidos, a anunciar o ano aceitável do YE’CHUA . יהרה."  Lucas - לוקא [Loukás] A Besorah Segundo Lucas – 04.19 Fonte: ORBI

Teshuvá (em hebraico תשובה, literalmente retorno) é a prática de voltar às origens . Também tem o sentido de se arrepender dos pecados de maneira profunda e sincera.

Por Daniel Alves Pena
Em Haruach  (Espírito)



Share this article :

1 comentários:

David Oliveira disse...

Muito interessante este artigo. É complicado e triste esta situação. Seria tudo mais fácil se os homens acreditassem somente naquilo que a Palavra de DEUS nos diz, sem acrescentar nada. Como seria bom se a Bíblia fosse a única regra de fé dos cristãos. A cada dia percebo que a igreja está muito longe daquilo que a Bíblia diz. Existe muitas imposições humanas no meio do povo de DEUS.

Como você sabe, fui estudante das Testemunhas de Jeová durante alguns anos. Como fui enganado naquele movimento! A Sociedade Torre de Vigia-STV afirma que só eles serão salvos e somente as Testemunhas de Jeová conhecem a "verdade", coisas absurdas. As Testemunhas afirmam categoricamente que todos os demais cristãos serão destruídos por DEUS, pois estão longe do canal de comunicação de DEUS para com a humanidade. Este canal de comunicação seria a STV - Testemunhas de Jeová. Penso diariamente e não consigo evitar em comparar muitas igrejas evangélicas com a seita Testemunhas de Jeová. A partir do momento que uma determinada igreja afirma que somente ela possui o conhecimento verdadeiro ela é uma seita, isso é exclusivismo. Se uma igreja prega que é mais santa somente por acreditar que a santidade está em praticar diversos atos extra-bíblicos ela está errada, isso é comportamento de uma seita.

Acredito sinceramente que as Igrejas que Militam na Obra da Restauração de tudo não são uma seita. Sei também que a mesma não é uma denominação. A preocupação é praticar o Cristianismo bíblico. Esse conceito denominacional está enraizado na mente das pessoas e é difícil desvincular as igrejas locais de uma denominação. Você e outros bons pastores me ensinaram a acreditar nas ordenanças bíblicas. Minha preocupação é que as igrejas locais que militam na restauração possam adentrar por este campo das seitas. Não podem ocorrer imposições que não estão contidas na Bíblia. Devemos ser como os bereanos que verificavam na Palavra se aquilo que era dito realmente era verdade.

Você é um excelente professor, possui a didática necessária para o ensino. Continue desta maneira, com esta visão pura do Evangelho. Lute e sempre exponha suas opiniões. Que DEUS abençoe você.

Acompanhe no Facebook

Postagens Recentes

Autoridade Espiritual

Autoridade espiritual não é algo imputada a alguém, é alguma coisa que se reconhece em alguém, que tem por causa da sua coerência de existência na palavra. Por causa da sua intrepidez na fé, na sua sinceridade no serviço a Deus e ao próximo. Sem isso não adiante ser PHD ou qualquer outro coisa.

Fale com o autor do blog

Original Bíblico para Pesquisas

A Restauração não começou em 1962

CURIOSIDADES SOBRE O VÉU

SAIBA COMO FOI

Nosso Ranking do Brasil

e-clipping sobre Daniel Alves Pena

MENSAGENS

Translate

Receba novos artigos por Email

Inscreva-se em meu Canal no You Tube

A DOUTRINA BÍBLICA DO USO DO VÉU

Pentecostal?

Quantidade de visitas até o momento

Visitantes lendo o Blog agora

Pesquisar neste blog

Código Penal - Decreto-lei 2848/40

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940
Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

TOLERANDO A GENTE SE ENTENDE

Clique AQUI e saiba porque

ISSO NÃO SÃO LÍNGUAS ESTRANHAS

CONHEÇA A HISTÓRIA DA OBRA

Clique na imagem para ampliar

Ajuste de Conduta - Magno Malta

Anúncios AdSense

Pois muitos andam entre nós evangélicos

Intolerância Religiosa

LinkWithin

União de Blogueiros Evangélicos

 
Copyright © 2013. Daniel Alves Pena - All Rights Reserved
Template Adpted by Daniel Pweb Published by Daniel Pena
Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa, esses, nada me acrescentaram,antes, pelo contrário, (Gálatas 2.6)