O individualismo autista dos usuários de WhatsApp - Daniel Alves Pena

Assista o novo vídeo de Daniel Alves Pena - [Fechar o vídeo]

Headlines News :
Home » » O individualismo autista dos usuários de WhatsApp

O individualismo autista dos usuários de WhatsApp

Postado por Daniel Pena em sexta-feira, 10 de junho de 2016 | 18:18


Este artigo não se aplica às pessoas que usam de forma moderada o WhatsApp


O relato e a reflexão abaixo não demonstra que o autor deste texto não faça uso do aplicativo em questão, apenas que o vicio seja ele qualquer é prejudicial, tanto a saúde como ao convívio social. 
O mau uso do WhatsApp gera um comportamento individualista quase que autista na sociedade moderna.

Ao término deste texto haverá um relato sobre o autismo onde entre parênteses será adicionado o nome WhatsApp e você poderão notar que é bem relativo minha exposição sobre o tema.

As pessoas não se ouvem mais, não escutam a mais ninguém e se encontram falando ao celular.
 Nos dias atuais é quase que normal a utilização do WhatsApp nos horários de cultos em Igrejas, trabalho e principalmente nos momentos que deveriam ser dedicados a família.
O WhatsApp, um sistema de mensagens instantâneas, está impondo um novo jeito de interagir entre as pessoas: agora preferem escrever ao invés de falar.


O uso desenfreado de aplicativos de troca de mensagens como Whatsapp pode ser prejudicial a saúde e já tem até nome, whatsappite. Uma pesquisa, realizada no ano passado nos Estados Unidos por uma empresa de publicidade para celular, revelou que, em média, as pessoas checam o aparelho 110 vezes por dia. 
Outra estatística, apresentada pela Nokia em 2010, mostrava até 150 checagens diárias.


Indícios de que o WhatsApp te prejudica

1. Dependência psicológica
A dependência pode trazer falta de controle e sensação de impotência diante do vício de ser sempre induzida a fazer algo. No caso do celular, de estar online, conversando, postando boas imagens, às vezes atrapalhando a rotina, o lazer, e até o sono.



2. Falta de foco
O desvio de atenção pode ser considerado falta de profissionalismo. É inegável que o aplicativo facilite a comunicação, mas no durante o expediente de trabalho restrinja ao uso estritamente profissional.


3. Exposição desnecessária
Os termos utilizados também precisam ser observados, principalmente, se o celular que você usa é da empresa, para que as mensagens não sejam inadequadas. Todo o conteúdo gerado e enviado do aparelho é passível de ser examinado (inclusive, se você apagar conversas, o histórico pode ser recuperado).



4. Comportamento anti-social
A dependência do comportamento traz prejuízos ou problemas importantes quando coloca emprego, relacionamento, convívio social e familiar, ou vida acadêmica em risco. É quando a pessoa negligencia tarefas e opta pela perda da qualidade de vida.


5. LER
A ‘whatsappite’ também pode ocasionar lesões por esforço repetitivo. Além de afetar articulações nos dedos e pulsos, os ombros podem ficar lesionados por conta da posição flexionada. A luminosidade excessiva e o esforço de leitura também pode prejudicar a visão.

DIAGNÓSTICO DO AUTISMO

Crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) já começam a demonstrar sinais nos primeiros meses de vida: elas não mantêm contato visual efetivo e não olham quando você chama. (usuário de WhatsApp) déficit de comunicação social e um segundo relativo a comportamentos/interesses restritos e repetitivos. (usuário de WhatsApp)

O que é AUTISMO ou TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA?
Esses distúrbios se caracterizam pela dificuldade na comunicação social e comportamentos repetitivos.(usuário de WhatsApp)
 Embora todas as pessoas com TEA partilhem essas dificuldades, o seu estado irá afetá-las com intensidades diferentes. Assim, essas diferenças podem existir desde o nascimento e serem óbvias para todos; ou podem ser mais sutis e tornarem-se mais visíveis ao longo do desenvolvimento.


O autismo é um distúrbio neurológico caracterizado por comprometimento da interação social (usuário de WhatsApp) , comunicação verbal e não-verbal e comportamento restrito e repetitivo(usuário de WhatsApp) .

Indivíduos autistas exibem muitas formas de comportamento repetitivo ou restrito, que o Repetitive Behavior Scale-Revised (RBS-R) categoriza como se segue.

Estereotipia é o movimento repetitivo, como agitar as mãos, virar a cabeça de um lado para o outro ou balançar o corpo. (usuário de WhatsApp)[olhando inúmeras vezes para o aparelho celular]

Comportamento ritualista envolve um padrão invariável de suas atividades diárias, como um menu imutável ou um ritual de vestir. Isto está intimamente associado com a uniformidade e uma validação independente sugeriu a combinação dos dois fatores. (usuário de WhatsApp)[olhando inúmeras vezes para o aparelho celular]

Comportamento restrito é o foco limitado em um só interesse ou atividade, como a preocupação com um programa de televisão, brinquedo ou jogo. (usuário de WhatsApp)


Tratamentos do Autismo

Os principais objetivos no tratamento de crianças com autismo são:
Estimular o desenvolvimento social e comunicativo;(usuário de WhatsApp)
Aprimorar o aprendizado e a capacidade de solucionar problemas;(usuário de WhatsApp)
Diminuir comportamentos que interferem com o aprendizado e com o acesso às oportunidades de experiências do cotidiano (usuário de WhatsApp)
Ajudar as famílias a lidarem com o autismo.(usuário de WhatsApp)

Por Daniel Alves Pena

Share this article :

0 comentários:

Acompanhe no Facebook

Postagens Recentes

Autoridade Espiritual

Autoridade espiritual não é algo imputada a alguém, é alguma coisa que se reconhece em alguém, que tem por causa da sua coerência de existência na palavra. Por causa da sua intrepidez na fé, na sua sinceridade no serviço a Deus e ao próximo. Sem isso não adiante ser PHD ou qualquer outro coisa.

Fale com o autor do blog

Original Bíblico para Pesquisas

A Restauração não começou em 1962

CURIOSIDADES SOBRE O VÉU

SAIBA COMO FOI

Nosso Ranking do Brasil

e-clipping sobre Daniel Alves Pena

MENSAGENS

Translate

Receba novos artigos por Email

Inscreva-se em meu Canal no You Tube

A DOUTRINA BÍBLICA DO USO DO VÉU

Pentecostal?

Quantidade de visitas até o momento

Visitantes lendo o Blog agora

Pesquisar neste blog

Código Penal - Decreto-lei 2848/40

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940
Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

TOLERANDO A GENTE SE ENTENDE

Clique AQUI e saiba porque

ISSO NÃO SÃO LÍNGUAS ESTRANHAS

CONHEÇA A HISTÓRIA DA OBRA

Clique na imagem para ampliar

Ajuste de Conduta - Magno Malta

Anúncios AdSense

Pois muitos andam entre nós evangélicos

Intolerância Religiosa

LinkWithin

União de Blogueiros Evangélicos

 
Copyright © 2013. Daniel Alves Pena - All Rights Reserved
Template Adpted by Daniel Pweb Published by Daniel Pena
Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa, esses, nada me acrescentaram,antes, pelo contrário, (Gálatas 2.6)